.

Seguidores

.

.

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

SÉRIE - O FILÓSOFO E DEUS

Aristóteles - I
A seguir, em ordem histórica, a visão de pensadores ocidentais, da antiguidade grega até o século 20, e a maneira como a ideia de Deus permeou as teorias de cada um deles. *1º - ARISTÓTELES.* Nenhum pensador influenciou mais o pensamento científico do que o grego Aristóteles. Autor de uma obra caudalosa, criador de disciplinas como a lógica, seus conceitos e preconceitos (conceito antecipado), ainda hoje ecoam na filosofia, nas ciências e nas artes. Nasceu em Estagira, Macedônia, em 384 a.C. e morreu na ilha de Eubea, em 322 a. C. Ainda jovem, ingressou na célebre Academia de Platã... mais »

Em ordem histórica, a visão de pensadores ocidentais, da antiguidade grega até o século 20, e a maneira como a ideia de Deus permeou as teorias de cada um deles. *2º - GALILEU.* O matemático e físico italiano Galileu Galilei foi, ao lado do francês René Descartes, o principal responsável pela concepção “moderna” de natureza que logo encontraria sua expressão acabada na física do inglês Issac Newton, adotada pelas gerações seguintes como paradigma de todas as ciências. Galileu nasceu em Pisa, no ano de 1564, e morreu em Arcetri, perto de Frorença, em 1642. De suas muitas contribuiç... mais »
Descartes - III
Em ordem histórica, a visão de pensadores ocidentais, da antiguidade grega até o século 20, e a maneira como a ideia de Deus permeou as teorias de cada um deles. *3º - DESCARTES* Considerado “o primeiro homem moderno”, René Descartes, nascido em La Haye, França, em 1596, e morto em Estocolmo, Suécia, em 1650, estudou em colégio jesuíta o que o levou, na juventude, ao completo ceticismo. Para conhecer o mundo, alistou-se em vários exércitos. Retido pelo inverno num quartel da Alemanha, entrou num processo reflexivo em que chegou a duvidar da própria existência. Mas logo percebeu que... mais »

Newton - IV
Em ordem histórica, a visão de pensadores ocidentais, da antiguidade grega até o século 20, e a maneira como a ideia de Deus permeou as teorias de cada um deles. *4º - NEWTON*. Com Newton, a física moderna e o paradigma mecanicista na qual ela se apóia chegaram à sua suprema realização. A ponto de o filósofo alemão Imanuel Kant ter considerado a física de Newton como sendo a própria ciência. De fato, somente no século 20, com a Teoria da Relatividade (Einstein) e a Teoria Quântica (Bohr, entre outros), os fundamentos da física newtoniana foram postos em xeque. Um dos maiores gênios de todos os tempos, esse inglês neurótico, celibatário, rancoroso e vingativo nasceu no lugarejo de Woolsthorpe, no natal de 1642, e morreu em Kensington, em 172... mais »

Freud - V
Em ordem histórica, a visão de pensadores ocidentais, da antiguidade grega até o século 20, e a maneira como a ideia de Deus permeou as teorias de cada um deles. *5º - FREUD.  Se houvesse analisado a obra de Newton como fez com a de Leonardo da Vinci, Sigmund Freud, o fundador da psicanálise, certamente teria interpretado a concepção teológica newtoniana como conseqüência de um “complexo paterno”. E provavelmente estaria com a razão. O problema é que, para Freud, toda e qualquer concepção religiosa era fruto do “complexo paterno”. Ao escrever sobre a origem psíquica da ideia religiosa, Freud as tratou como “ilusões, realizações dos mais antigos, fortes e prementes desejos da humanidade”. E explicou: “... a impressão terrificante de desampar... mais »
_____________________________________________________________________________

Einstein - VI  (o último da série)

Em ordem histórica, a visão de pensadores ocidentais, da antiguidade grega até o século 20, e a maneira como a ideia de Deus permeou as teorias de cada um deles. *6º - Einstein *(O último desta série). A Teoria da Relatividade de Albert Einstein constitui indiretamente a primeira critica radical da física moderna (newtoniana) e do paradigma mecanicista, superando idéias clássicas como as de espaço e tempo absolutos, independentes dos fenômenos, ou da distinção entre matéria e energia. Nascido em 1879, na cidade alemã de Ulm e morto no ano de 1955 em Princeton Estados Unidos. Esse judeu cidadão do mundo tornou-se a maior celebridade científica de todos os tempos. Sua oposição a toda forma de rigidez mental manifestou-se já na infância. A ... mais »

Nenhum comentário:

Postar um comentário