.

Seguidores

.

.

sábado, 10 de setembro de 2016

O FILÓSOFO E DEUS - II

Em ordem histórica, a visão de pensadores ocidentais, da antiguidade grega até o século 20, e a maneira como a ideia de Deus permeou as teorias de cada um deles.

2º - Galileu.

O matemático e físico italiano Galileu Galilei foi, ao lado do francês René Descartes, o principal responsável pela concepção “moderna” de natureza que logo encontraria sua expressão acabada na física do inglês Issac Newton, adotada pelas gerações seguintes como paradigma de todas as ciências. Galileu nasceu em Pisa, no ano de 1564, e morreu em Arcetri, perto de Frorença, em 1642. De suas muitas contribuições científicas, a principal foi a criação de uma nova disciplina, a cinemática, ciência que estuda o movimento dos corpos independente das forças que os produzem. 

O célebre processo movido pela Inquisição contra Galileu, devido a sua exaltada propaganda do heliocentrismo de Copérnico, alimentou o mito de um cientista ateu. Isso não é verdade. Galileu foi um católico que jamais pôs em dúvidas as palavras da Bíblia. Criticava, sim, o fato de que argumentos derivados de uma interpretação literal do texto bíblico pudessem ser utilizados para contestar teorias científicas. Ele escreveu: “A sagrada Escritura e a natureza vêm, todas as duas, da palavra divina... mas, enquanto a Bíblia, acomodando-se à inteligência do comum dos homens, fala, na maioria dos casos, e com razão, a partir das aparências, e emprega termos que não são destinados a expressar a verdade absoluta, a natureza se conforma invariavelmente às leis que lhe foram dadas. 

Não se pode, apelando para os textos das Escrituras, colocar em dúvida um resultado adquirido por provas seguras”. Todos os argumentos contra o sistema heliocêntrico apresentados no julgamento de Galileu foram tirados de uma interpretação não só literal, mas até mesmo rasteira da Bíblia. Se se lembrar que um dos maiores filósofos do cristianismo medieval, João Escoto Erígena, afirmou, Já no século 9, que as Escrituras admitem infinitos níveis de interpretação, percebe-se o quanto o pensamento religioso havia declinado na época de Galileu. Não é de se espantar que o materialismo conquistasse tantas posições poucos séculos depois. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário