.

Seguidores

.

.

terça-feira, 18 de outubro de 2016

LIVRO: Por que a ciência não consegue enterrar Deus

Ser cristão, para os novos ateístas, priva a pessoa de qualquer qualidade racional. Todavia, cientistas e filósofos ilustres, como Bacon, Galileu, Newton, e Clerk Maxuell professavam acreditar num Deus criador inteligente, de cujo cérebro nascera o cosmos. Nesta batalha, os propagadores da ciência como religião esquecem-se de que, em grande parte, a própria ciência é um conjunto de crenças, muitas delas postuladas a partir de pressupostos improváveis fora da mera especulação. 

O debate entre cristãos e ateus sempre teve como campo de batalha mais áspero o ambiente científico... Para dar aos cristão embasamento científico suficiente para refutar os argumentos falaciosos com os quais os ateístas tentam esconder o fervor religioso e a parcialidade que nutrem contra as religiões, em especial a cristã, John C. Lennox escreveu Por que a ciência não consegue enterrar Deus. 

O autor expõe como os ícones do movimento ateísta falham crassamente ao rejeitar o que mais alardeiam: o debate honesto e racional sobre espiritualidade, fé e religião. Discutindo temas complexos como os limites da ciência, biologia natural e biosfera, design intencional e a teoria da evolução, Lennox prova que, como cientistas, os ateístas não querem descobrir a verdade sobre a existência de Deus.  

A questão central deste livro, no fim das contas, é, em essência, uma questão de visão de mundo: que cosmovisão se coaduna melhor com a ciência - o teísmo ou o ateísmo? A ciência sepultou ou não sepultou Deus? Vejamos aonde as evidências vão dar. 

O Autor: John C. Lennox é docente de Matemática da Universidade de Oxford. Ocupa as cátedras de Matemática e Filosofía da Ciência e é conselheiro pastoral nop Green templeton College, também na Universidade de Oxford.

Editora: Mundo Cristão.

Fonte: Das orelhas e da contra capa do próprio livro. 

Conheça outros livros AQUI>>

Nenhum comentário:

Postar um comentário