.

Seguidores

.

.

sábado, 10 de setembro de 2016

Deus dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos entendidos

Falou Daniel, dizendo: Seja bendito o nome de Deus de eternidade a eternidade, porque dele são a sabedoria e a força;
E ele muda os tempos e as estações; ele remove os reis e estabelece os reis; ele dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos entendidos 
(Daniel 2.20,21)

Por Levi Costa

Os dons podem ser classificados em três grupos específicos: 

Dons de Revelação: A virtude para saber;
Dons de Poder: A virtude para fazer;
Dons de Inspiração: A virtude para falar.

Os dons de revelação

Destacaremos aqui apenas os dons de revelação e apenas os dois primeiros, a saber, a sabedoria e o conhecimento, por ser esse o objeto desta palavra. São eles: Dom da Palavra de Sabedoria; dom da palavra do Conhecimento. Trata-se de habilidades concedidas por Deus para se compreender a essência e o propósito das coisas. 

No grupo dos dons de revelação, destaca-se o dom da palavra da sabedoria. Salomão diz que a sabedoria é a coisa principal. (Pv 4.7).

O Dom da Palavra da Sabedoria.

A sabedoria como dom é completamente espiritual, é uma operação divina que capacita a perceber, falar e agir em certas circunstâncias que os elementos naturais se tornam inúteis. Esse dom é chamado a “palavra da sabedoria”, e não o dom da sabedoria. Trata-se de uma revelação sobrenatural de certos fatos na mente de Deus. Deus, sabe tudo, mas não revela tudo quanto sabe.

Há três tipos de sabedoria que operam no homem:

(1). A sabedoria divina – É a sabedoria evidenciada pelo homem espiritual e não se confunde com a sabedoria natural;
(2). A sabedoria humana – A sabedoria humana, ou natural, limita-se aos interesses desta vida;
(3). A sabedoria maligna – Tal sabedoria é sempre empregada com propósitos malignos. É, portanto, oposto à sabedoria que vem de Deus.

Paulo diz: “a um é dada a palavra da sabedoria”, ele diz: “a um”, não é a todos, pois nem todos terão o dom da palavra da sabedoria. Tiago, por sua vez, diz: “se alguém necessita de sabedoria peça a Deus”, só que essa sabedoria que Tiago se refere, é aquela para lidar com as questões normais da vida, a sabedoria geral, que está disponível a quem pedir (Tg 1.5).

É certo que todos necessitam da Palavra da Sabedoria, porém, aqueles que estão incumbidos de liderar, tem maior necessidade desse dom. Podemos encontrar já no Antigo testamento pessoas capacitadas por Deus com o dom da palavra da sabedoria, por exemplo: José, Moisés, Josué, Salomão, Isaías, Jeremias, Daniel.

O dom da Palavra da Sabedoria acompanhou passo a passo os cristãos primitivos, como no caso de Pedro, João, Estevam e no ministério de Paulo. Paulo afirmou que o próprio Cristo “foi feito por Deus sabedoria”, e Isaías detalha a sabedoria de Jesus ao repousar sobre Ele o “Espírito do Senhor” (1 Co 1.30, Is 11.2). 

A Palavra da Sabedoria é, portanto, a participação da infinita sabedoria divina dada a conhecer através da instrumentalidade daquele que é agraciado por Deus com esse dom.

O Dom da Palavra do Conhecimento

A palavra do Conhecimento envolve uma aplicação sobrenatural de fatos que, no momento, ninguém poderia aprender por meios naturais, ela vem por concessão divina. É a revelação de uma série de ações e se baseia no perfeito conhecimento de Deus, e tem o sentido de “um fragmento do conhecimento divino”. Nem um indivíduo tem todas as revelações do infinito.

Há diferença entre conhecimento e sabedoria, o primeiro permite conhecer os segredos divinos; a segunda nos leva a plicar corretamente os conhecimentos revelados. A sabedoria dedica-se mais ao ensino e à comunicação; o conhecimento (ciência), se ocupa com a pesquisa e a descoberta. Como dom, ocupa-se com os segredos do espiritual.

Através do dom da palavra do conhecimento, se tem acesso a fatos a respeito de pessoas, circunstâncias e da verdade. Paulo orava para que os cristãos efésios fossem agraciada com o dom do conhecimento (Ef 1.16-18). Este dom foi plenamente exercido no ministério de Jesus quando Ele lidava com as pessoas e em várias outras ocasiões.

Nenhum dom de Deus é concedido a alguém para satisfazer a mera curiosidade humana, em especial o dom da palavra da sabedoria e o dom da palavra do conhecimento. Os dons não são dados para a vaidade de ninguém, pois os dons são de Deus, nós somos apenas instrumentos em Suas mãos. Por isso é que Deus dá sabedoria aos sábios e o conhecimento aos entendidos e não a qualquer um.

Nenhum comentário:

Postar um comentário