.

Seguidores

.

.

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Filósofo, um amigo do saber e amante da sabedoria

Por Levi Costa

Resultado de imagem para Pitágoras
Filosofia significa amizade pela sabedoria, amor e respeito pelo saber; e o filósofo, por sua vez, seria aquele que ama e busca a sabedoria, tem amizade pelo saber, deseja saber. Conforme a tradição, Pitágoras teria criado o termo para modestamente ressaltar que a sabedoria plena e perfeita seria atributo apenas dos deuses; os homens, no entanto, poderiam venerá-la e amá-la na qualidade de filósofos. 

É o estudo de problemas fundamentais relacionados à existência, ao conhecimento, à verdade, aos valores morais e estéticos, à mente e à linguagem. Ao abordar esses problemas, a filosofia se distingue da mitologia e da religião por sua ênfase em argumentos racionais; por outro lado, diferencia-se das pesquisas científicas por geralmente não recorrer a procedimentos empíricos em suas investigações.

Antes mesmos de emitir a primeira palavra articulada, a criança gesticula e se arrisca a balbuciar alguns sons. Com o passar dos anos, a criança cresce e aprende a pronunciar algumas poucas palavras e já não é mais tão limitada para se expressar. Nesse momento da vida, começam a assurgir as primeiras de muitas dúvidas resultantes da curiosidade que é própria de um ser racional como o humano. Assim, o homem é capaz de pensar, avaliar e argumentar desde a mais tenha idade. Ele busca respostas para suas indagações na tentativa de entender a natureza das coisas e o próprio sentido da vida. 

A vida consiste em se observar e explorar o que o mundo à nossa volta nos apresenta. É por tudo aquilo que observarmos e pelo que explorarmos da vida neste mundo, que podemos tirar nossas conclusões para aprendermos e crescermos, alcançando maturidade e experiência de vida no mundo ao qual estamos inseridos e nele habitamos. Com maturidade e com experiência, passamos a definir quem queremos ser e como queremos viver neste mundo do qual fazemos parte.

Para chegar a uma conclusão racional e lógica, do sentido e funcionamento das coisas como as conhecemos hoje, muitos fizeram dessa busca uma missão de vida, empregaram suas vidas nessa missão, hoje desfrutamos dos resultados obtidos por eles. Contudo, as dúvidas nunca deixarão de existir, apenas serão substituídas ao serem entendidas dando lugar àquelas mais complexas e mais difícil de se explicar e de se entender. Poucas pessoas tem alguma coisa perto de uma filosofia articulada - pelo menos como demonstrado por grandes filósofos. Mas todos tem uma cosmovisão (cosmos + visão). 

O livre pensamento é o ponto de vista, filosófico ou não, que sustenta que os fenômenos e todas as coisas devem ser formados a partir da ciência, da lógica e da razão e não devem ser influenciados por nenhuma tradição, autoridade ou qualquer dogma, cujo adepto se proclama livre pensador e cuja aplicação por vezes é chamada de livre pensar. Portanto, sejamos livres, livres para pensar como seres racionais que somos, pois temos a capacidade de saber racionalmente o que e o porquê das coisas. 

É exatamente esse o meu propósito, ou seja, ter a minha cosmovisão a partir daquilo que eu faço, daquilo que eu falo e do que eu sou neste mundo. Com esse propósito foi que criamos este blog, o "PensaMente", com postagens e reflexões que nos façam pensar dentro de uma cosmovisão real. Então vivamos os princípios da vida e da existência que dignificam a pessoa humana. Sejamos sempre um amigo do saber e amante da sabedoria

(Com consulta ao site Wikipédia e ao livro Universo ao Lado, de James W. Sire)

Nenhum comentário:

Postar um comentário